segunda-feira, 23 de abril de 2012

Obesidade Infantil

 Bom diia!! Como está o mês de abril?! Já nem falo mais que tudo está a 1000 por hora aqui!! 
                Hoje vim falar de um tema muito importante e que vem ganhando atenção dos pais e especialistas: a obesidade infantil! Nos últimos anos, a quantidade de crianças e adolescentes acima do peso tem aumentado de maneira alarmante. E os pediatras avisam: a falta de exercícios e a alimentação inadequada são os grandes culpados pelos quilos a mais. O Fantástico está com um quadro chamado Medidinha certa, e tem 3 crianças sofrendooo para colocar alimentos e hábitos saudáveis na rotina! Mais olhando como psicóloga o que deveria ser mudado eram os hábitos da família toda (que aliás no episódio de ontem foi sugerido que as mães dessem o exemplo!), é assim que formamos cidadãos, pelo exemplo!! e nada daquele ditado, "Faça o que eu digo, mais não faça o que eu faço!"
                Os riscos da obesidade infantil para a saúde são inúmeros, o primeiro, mais não o mais importante são problemas emocionais, obesos são motivo de gozação dos colegas e acabam excluídos das brincadeiras. A criança passa a se sentir perdedora, não gosta da imagem que vê no espelho e pode até sofrer de depressão. É importante estar atento para essa questão!!; outro fator são os problemas orgânicos como: Diabetes(o aumento de peso provoca alterações na insulina, que controla as concentrações de açúcar no sangue), Colesterol alto (o excesso de gordura na corrente sanguínea favorece a formação de placas nas artérias, aumentando as chances de doenças cardíacas na fase adulta), além de Problemas ortopédicos, por causa do excesso de peso, as crianças obesas apresentam alterações na curvatura dos joelhos, pernas e tornozelos. Os desvios na coluna são comuns também. Já deu pra ver que isso não é brincadeira!! Mais nem tudo está perdido e para reverter esse quadro há uma saída: incorporar uma rotina saudável à vida da sua família. Veja algumas sugestões: - Ofereça frutas, legumes e verduras para seu filho desde pequeno. Assim ele não estranha o sabor e a textura desses alimentos. - Decore o prato de comida, deixando-o mais atraente. Olha só que lindas essas comidas que eu achei no face de uma colega!! Já vou preparar para meus pequenos do grupo!! Vocês podem encontrar muito mais no https://www.facebook.com/DecoracaoCriativa
- Convide a criança para preparar a lancheira com você. Explique a importância de cada alimento e quais os benefícios que eles trazem para o seu corpo. - Pique os vegetais e as frutas em formatos divertidos, como bichinhos, flores e estrelas. Dessa forma, comê-los passa a ser divertido.
- Chame seu filho para ajudá-la na cozinha. Peça que ele lave algumas verduras ou frutas com você.
- Se a criança se recusar a comer determinado alimento, não grite e nem faça ameaças. Combine com ela uma nova tentativa e explique, mais uma vez, a importância de uma boa alimentação. Ofereça-o novamente alguns dias depois, e não desanime diante da recusa. Tente várias vezes, até que ela aceite experimentar e acabe gostando do novo sabor!
- Dê o exemplo. De nada adianta impor uma alimentação saudável para a criança se os pais se alimentam de forma inadequada.
- Na hora da refeição, reúna a família e desligue a televisão. Faça da ocasião um momento agradável e descontraído.
- Jamais use a comida para premiar o bom comportamento nem proíba a criança de comer algo como castigo.
- Pratiquem atividades físicas!! Tenho pacientes que iniciaram na natação e hoje toda família faz aulas juntos e os ganhos nem preciso dizer que vão além da perda de peso né?!!

Por hoje é só!!
espero que tenham gostado das sugestões e se animado para uma mudança nos hábitos da rotina da casa de vocês!!

Bjos!!

Rafaela Gonçalves
Psicóloga
CRP 15/2886

Sugestões, dúvidas ou reclamações?
orientapais@hotmail.com

Um comentário:

  1. Excelente, adorei as dicas e vou repassar :)

    ResponderExcluir